O mercado corporativo de São Paulo Classe AA+ encerrou o mês de abril com uma taxa de vacância de 25%, uma queda de 0,3 p.p. em relação ao mês anterior. Essa retração foi impulsionada pela absorção líquida positiva de 9,3 mil m² nas regiões da Faria Lima e da Chucri Zaidan. Além disso, no mês de abril não ocorreram novas entregas de empreendimentos. Nos últimos doze meses, a queda no índice de espaços vagos foi de 1,8 ponto percentual.

O valor médio pedido para locação caiu 0,8% em relação a março, fechando o mês de abril em R$ 91,9 por metro quadrado ao mês. Na comparação anual, a diminuição nos preços foi de 7,8%, segundo os dados do levantamento MarketBeat de Escritórios.