Reduzir o consumo energético é hoje uma necessidade em todas as empresas. Atualmente, tanto proprietários quanto inquilinos vêm cada vez mais procurando serviços de consultoria em eficiência energética, como os oferecidos pela Cushman & Wakefield. Dentre as várias opções e possibilidades, a substituição de lâmpadas tradicionais pelas LED (Light Emitter Diode ou Diodo Emissor de Luz) é a mais prática e uma das primeiras a serem consideradas pelo cliente.

shutterstock_170003681O retorno financeiro é substancial: uma economia de até 80% no consumo de energia. O investimento varia em função do tamanho do espaço e da quantidade de luminárias. “Porém, em um período que varia de 18 a 36 meses, o contratante recupera o montante investido”, afirma Arthur Sylos Berni, gerente de Novos Negócios. Outras vantagens da lâmpada LED é que sua vida útil é bem superior e sustentável: seu material não possui metais pesados como mercúrio e chumbo.

“O procedimento para a troca das instalações é simples. Em um edifício novo, o serviço é feito de uma só vez. Já em uma laje ocupada, por exemplo, é possível fazer a substituição das lâmpadas gradativamente sem atrapalhar a rotina dos colaboradores”, afirma Pablo Antônio Hidalgo Sandoval, consultor de Eficiência Energética e de Sustentabilidade. Segundo ele, geralmente só é necessária a troca da placa do forro, que é de tamanho padrão, evitando uma obra de maior porte na empresa.

O gerente de Novos Negócios complementa que o preço da lâmpada LED caiu mais de 50% nos últimos três anos e isso é um atrativo para as empresas, pois diminui o montante de investimento no projeto. Além disso, fabricantes desse tipo de lâmpada vêm oferecendo boas alternativas para incentivar a troca das luminárias. “Algumas das empresas com as quais trabalhamos possibilita que o cliente divida o pagamento e que o valor da parcela seja o equivalente ao que ele passou a economizar em energia ou até menos”, explica Berni.