Outubro Rosa na Cushman & Wakefield

 

Sempre preocupada com o bem-estar e a saúde de todos, a Cushman & Wakefield aderiu à campanha do Outubro Rosa, que visa a conscientização sobre a prevenção do câncer de mama, que tem altos índices de cura quando é descoberto precocemente.

Para endossar a importância dessa campanha, na última sexta-feira do mês, dia 26, os colaboradores vieram com peças de roupa na cor rosa, em sinal de apoio à causa. O gesto mobilizou grande parte dos funcionários da sede da Cushman & Wakefield, em São Paulo.

Outubro Rosa

 

Confira 5 dicas para que a consulta com o ginecologista seja mais eficiente 

 

Tenha um Médico Fidelizado
Para realizar o seu acompanhamento periódico e que desperte em você confiança, segurança e empatia.Este profissional terá o registro de todo o seu histórico de saúde, exames anteriores, medicamentos utilizados e maior facilidade em perceber qualquer alteração no seu organismo, ainda que em fase inicial.

 

Leve um Acompanhante à Consulta
se você se sentir mais segura e confortável. Mas lembre-se que não é um momento adequado para levar crianças ao consultório, que podem ficar agitadas e atrapalhar a consulta. 

 

Durante a Consulta Seja Objetiva nas Informações
Respondendo de forma direta as perguntas do médico. Às vezes pode não parecer relevante, mas tais respostas são importantes para que ele possa elaborar um raciocínio clínico e detectar algum problema. 

 

Leve os Resultados de Exames Atuais e Anteriores
solicitados pelo próprio médico ou por outros profissionais, bem como a lista de medicamentos em uso.

 

Esclareça Todas as Suas Dúvidas
Se necessário, questione o médico sobre os exames que foram solicitados ou realizado o tratamento proposto, assim como suas implicações, possíveis efeitos colaterais e os resultados esperados.

 

Quando realizar os exames preventivos?

Mamografia:
Mulheres entre 50 e 69 anos de idade devem realizar uma mamografia a cada 2 anos ou com intervalos menores, se o médico achar necessário.

Papanicolau:
Mulheres entre 25 e 64 anos de idade, que têm ou já tiveram vida sexual, devem fazer os dois primeiros exames anuais e se estiverem normais, repetir a cada 3 anos.
 

O diagnóstico precoce é a melhor forma de se proteger contra o câncer de mama e o câncer do colo do útero.