A saída de algumas empresas da região de Embu foi responsável pelo resultado negativo da absorção líquida no mercado logístico de São Paulo em maio (-6,7 mil metros quadrados). Essa movimentação resultou em um aumento de 1 ponto percentual na taxa de vacância, que encerrou o mês em 21,5%. “Apesar do fraco desempenho do setor neste período, Atibaia registrou absorção bruta de 6,2 mil m², fazendo com que o impacto no volume de espaços vagos fosse menor no Estado”, afirma Jadson Mendes Andrade, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado para América do Sul.

Mercado Industrial SP - absorção líquida

 

O preço médio pedido para locação caiu 0,5%, passando de R$ 19,15 para R$ 19,05 por m² ao mês em relação ao mês anterior. “Para os próximos meses, espera-se um grande volume de novas entregas, o que deve aumentar a taxa de vacância, pressionando os proprietários a continuar diminuindo os valores dos aluguéis”, afirma Andrade.

Mercado Industrial SP - preço médio pedido