A Cushman & Wakefield é a consultoria pioneira no levantamento de dados do mercado de escritórios de Belo Horizonte. “No começo deste ano incluímos a capital mineira no escopo da pesquisa de escritórios por se tratar de um mercado em franco desenvolvimento”, afirma Gustavo Garcia, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado. O preço pedido médio do metro quadrado para locação de empreendimentos classe AB ficou cotado em R$ 54,7 ao mês, um aumento de 1,5% em relação ao trimestre anterior.

Não houve entrega de novo estoque no segundo trimestre em Belo Horizonte e a taxa de vacância atingiu 38,1%, um aumento de 0,4 ponto percentual se comparado aos três primeiros meses do ano. “Projetamos que cerca de 27 mil m² de novos escritórios entrem no mercado no segundo semestre e outros 12 mil m² no decorrer de 2018”, finaliza Garcia.