O mercado corporativo de São Paulo Classe AA+ nas regiões CBD registrou absorção líquida positiva de 13,3 mil m² quadrados em agosto e não houve entrega de novos empreendimentos. A taxa de vacância mantém sua tendência de baixa e fechou em 25,6%, uma queda de 0,4 ponto percentual em relação a julho. O preço pedido médio para locação ficou cotado em R$ 97,8 por m² ao mês, 0,3 ponto percentual a menos que no mês anterior.

“O mercado de escritórios de alto padrão na capital paulista continua mostrando sinais de recuperação. “, afirma Gustavo Garcia, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado para América do Sul.

Capture