Mercado corporativo de alto padrão do Rio de Janeiro

O mercado corporativo de alto padrão do Rio de Janeiro encerrou o mês de junho com taxa de vacância (relação entre o volume de imóveis disponíveis e o volume total existente) de 39,6%, uma queda de 0,4 p.p. comparado aos 40% registrados em maio. Em abril, a taxa fechou em 40,4%, o que representa uma redução de 0,48 p.p em relação ao mês anterior.

Em relação ao trimestre anterior, a queda foi ainda maior, de 1,2 p.p. “A redução do volume de espaços vagos ocorreu devido ao estágio final da ocupação da Vale na região da Orla”, afirma Jadson Mendes Andrade, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado para América do Sul.

O preço médio pedido para locação na capital fluminense registrou queda de 1,1%, passando de R$ 107,95 por m² ao mês, em maio, para R$ 106,78 por m² ao mês, em junho. Na comparação trimestral, a queda nos valores dos aluguéis foi de 2,8%. “Essa pressão nos preços deve se manter por conta do grande volume de espaços corporativos vagos na cidade; contudo, o fato de não haver previsão de novas entregas até 2019 vai trazer um alívio ao elevado nível de vacância e uma estabilização nos valores de locação pedidos ao longo do ano que vem”, finaliza Mendes.

mercado corporativo de alto padrão do Rio de Janeiro