Post_estado_Sao_Paulo_Blog_1_blogComo os demais setores, o segmento industrial também passa por adaptações e readequações em função dos impactos gerados pela crise da economia brasileira. No entanto, assim como acontece no mercado corporativo, quem ocupa instalações industriais acaba encontrando oportunidades de driblar as dificuldades. No mercado de escritórios de alto padrão, foi verificado nos últimos semestres um movimento de flighttoquality devido à grande oferta de imóveis disponíveis e aos preços mais competitivos. Já no segmento industrial há boas alternativas para quem estiver disposto a sair de São Paulo e se instalar em outras cidades.

“No interior de São Paulo, por exemplo, existem algumas indústrias desativadas que estão à venda e que podem ser adaptadas para diversas finalidades”, afirma Mario Sergio Gurgueira, diretor de Representação de Proprietários da Cushman & Wakefield. Essas oportunidades são ideais para indústrias sediadas em São Paulo que sofrem, cada vez mais, pressões do entorno e de órgãos como a Cetesb, por exemplo, em virtude do adensamento da cidade. “Para esses casos, os imóveis em cidades próximas estão se mostrando uma alternativa muito positiva, tanto em termos financeiros como em possibilidades de isenções fiscais”, afirma o diretor.