A Cushman & Wakefield mantém equipes especializadas para avaliações de ativos Imobiliários. Com grande tradição de atuação nos segmentos de imóveis corporativos de alto padrão, condomínios industriais e shopping centers também atua no segmento residencial. Esses trabalhos são feitos, na quase totalidade dos casos, a pedido de instituições financeiras. “Contamos com engenheiros e arquitetos, treinados conforme as regras internacionais da companhia, para atender essa demanda”, afirma Rogério Cerreti, diretor de Avaliações. Segundo ele, o diferencial da Cushman & Wakefield é investir em uma equipe própria e focada somente nesse tipo de serviço. “Temos como clientes os maiores bancos privados do país”.

Cerreti explica que a avaliação de um ativo, sobretudo o do segmento residencial, envolve quesitos como características e condições do imóvel, se foram executadas reformas na unidade ou nas áreas comuns e infraestrutura urbana. Além disso, de acordo com o diretor de Avaliações, atualmente a segurança também é um tópico importante e que ajuda a determinar a maior ou menor valorização do imóvel. “Por isso nossa equipe analisa a região na qual o prédio se localiza, se há porteiro 24 horas, câmeras de segurança ou outros dispositivos.”