O primeiro trimestre de 2018 trouxe boas notícias para o mercado de condomínios logísticos de São Paulo. Com grandes locações em Cajamar e no Grande ABC, a absorção líquida no período chegou a 158,4 mil m², mais do que o triplo registrado no primeiro trimestre do ano passado (50,5 mil m²) e 29% superior ao trimestre anterior.

Refletindo essa alta absorção líquida, a taxa de vacância caiu 1,5 p.p, passando de 23,2% no fechamento de 2017 para 21,7%. O preço médio pedido para locação, por consequência, também teve incremento de 0,8% entre os trimestres, subindo de R$ 19,43 por m² ao mês para R$ 19,58 por m² ao mês. “O ambiente de mercado está melhorando para os proprietários de empreendimentos logísticos”, afirma Gustavo Garcia, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado para América do Sul.