A taxa de vacância do mercado de condomínios logísticos de São Paulo registrou queda mensal de 0,4 p.p. e encerrou abril em 21,3%. Isso se deve ao elevado volume de absorção líquida no período, totalizando 47,7 mil m². O destaque foi a região de Barueri, respondendo por 26,4 mil m² do total absorvido no mês.

Não houve entrega de novos empreendimentos em abril, porém o novo estoque previsto até o final do segundo trimestre deve ultrapassar os 110 mil m². Segundo o levantamento MarketBeat Industrial, a projeção, em função das novas entregas, é de que a taxa de vacância registre alta nos próximos meses. O preço médio pedido para locação manteve-se praticamente estável, passando de R$ 19,46 por m² ao mês, em março, para R$ 19,48 por m² ao mês em abril.