O mercado de condomínios industriais no Estado de São Paulo registrou absorção líquida positiva de 15,8 mil m² em agosto, sobretudo devido às ocupações ocorridas nas regiões de Campinas e Guarulhos, responsáveis por grande parte desse espaço. “Esse fato, aliado à ausência de novas entregas no período, fez com que ocorresse uma ligeira queda mensal de 0,15 ponto percentual na taxa de vacância, que fechou agosto em 24,5%”, afirma Gustavo Garcia, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado para América do Sul. O preço pedido médio manteve-se inalterado entre julho e agosto e permanece cotado em R$ 19,4 por m² ao mês.

Período Absorção Líquida
Janeiro 2017 29,7 mil m²
Fevereiro 2017 38,6 mil m²
Março 2017 -30,7 mil m²
Abril 2017 19,2 mil m²
Maio 2017 -14,8 mil m²
Junho 2017 18,4 mil m²
Julho 2017 17,8 mil m²
Agosto 2017 15,8 mil m²